História do Surf em Trancoso

Trancoso tem muitas lendas e “causos” divertidos que trazem alegria e leveza para o nosso dia-a-dia…  Esse em especial, sobre a História do surf em Trancoso quem nos conta é o Romualdo, nativo autodidata, de alma sábia, professor de surf e kitesurf e guia dos passeios mais incríveis pelos rios e mares da região.

Tudo começou mais ou menos na década de 80, quando Romualdo também conhecido pelos amigos como Mereré ainda tinha 10 anos.  Ele trocou 5kg de carne (sim! Eu não escrevi errado!  5 kgs de c-a-r-n-e) por uma prancha de um mineiro que estava tentando pegar onda na praia dos Nativos…

Muito provavelmente esse mineiro, pela primeira vez em Trancoso, veio na esperança de passar um verão surfando no litoral baiano que nessa época era super deserto e primitivo, mas que já era famoso pelas praias de nudismo…

A prancha era pequena para ele, não tinha lash, não tinha parafina, camisa de lycra… Ou seja, levou anos, anos, e mais anos para conseguir ficar em pé na prancha! Como era a única prancha de Trancoso, “bonzinho que só” Romualdo estava sempre empresando para os amigos que tentavam surfar com ele…

Um belo dia, empresando a prancha para um dos seus amigos, a prancha quebrou. Não restou alternativa, senão chorar, chorar e chorar… Não havia “shaper”, não havia loja… Naquela época se quer havia sido descoberto algum pico de onda surfável…

Por sorte, algum tempo depois a família desse amigo que havia quebrado a prancha foi a Ilhéus e lá por estar perto de Itacaré e também por ser bem mais desenvolvido que Porto Seguro tinha uma loja de surf (Aaaaaaaleluia!) E o amigo ressarciu o prejuízo e lhe comprou uma prancha novinha!

A nova prancha era bem maior do que a anterior e assim ele finalmente conseguiu subir e ficar em pé… (Uhuu!) E a santa prancha virou a prancha “da galera” (!!)  Todo mundo passou a adorar a surfar com ela porque nessa prancha eles conseguiam ficar em pé…

Ele comenta rindo:

“De tanto uso, a prancha começou a se desfazer! A capa de cima saiu e ralava a barriga da gente mas a gente continuava surfando todo cortado assim mesmo…”

Romualdo ganhava a vida vendendo cocos na praia, até que um dia apareceu alguém dizendo que tinha uma lycra de surf… Não pensou duas vezes e trocou 60 cocos por essa camisa de lycra, mas a camisa era gigante para ele.  Cabia dois dele dentro, mas mesmo assim seguiu tentando surfar enquanto a prancha se desfazia de tão velinha…

Verão vai, verão vem e apareceu “um pessoal de São Paulo” com pranchas para alugar durante o verão, passado a temporada, Romualdo conseguiu comprar essas pranchas e começou a alugar na praia também… o que virou uma fonte de renda e um novo meio de vida para ele:

“…já fui largando de vender coco para mexer com prancha”.

Ele conta que tinha paciência com os amigos para empurrá-los nas ondas e assim foi ensinando os amigos a surfar… Nessa época conheceu também a galera de Porto Seguro e do Arraial D´Ajuda, que segundo ele já estavam “muito evoluídos no surf”, já tinham parafina, “cordinha”… Já faziam até surf trip para Itacaré com uma Brasília que tinham comprado em grupo só para esse fim… lembra Mereré.

Nessa época descobriu com “essa galera” onde poderia consertar prancha em Porto Seguro, e começou a ensinar surf para os filhos dos donos de algumas pousadas e depois, as próprias pousadas começaram a indicar ele para os hóspedes aprenderem a surfar. Assim, sem planejamento e com muito amor pelo que estava fazendo, ia Romualdo aprendendo a ser professor de surf.

Foi assim que muitas gerações de Trancoso aprenderam a surfar. Hoje Romualdo é certificado pelo Imbra Surf como instrutor de Surf e como formador de instrutor de surf também ! Hoje Romualdo Mereré vive do surf e para o surf; e foi ele o descobridor do pico de Patimirim…

(mas aí já é outra história)   Continua….

Aulas Particulares de Surf, Kitesurf, e Surf Guide

Romualdo Mereré

Tel: (73) 98127-7388

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s